Vencedor Texto

vencedor texto

Diogo Alegria Pécurto, 36 anos, é o vencedor, na categoria de texto, da 4ª edição do Prémio de Literatura Infantil Pingo Doce. A sua história, intitulada “Há monstros no túnel”, foi a escolhida pelo Júri presidido pela Alêtheia Editores na pessoa de Zita Seabra e composto por Eduardo Sá, Isabel Stilwell, Isabel Zambujal e Sara Miranda.

O autor do texto vencedor nasceu em Lisboa e trabalha como tradutor e copywriter numa agência de publicidade,dedicando os seus dias às palavras e a descobrir o melhor ângulo para contar uma história.

No momento do anúncio do vencedor, Diogo Alegria Pécurto partilhou com os presentes a fonte da sua inspiração: “a história que escrevi acontecia-me todos os dias no meu percurso diário até à creche, com a minha mãe. Tê-la escrito é a minha forma de agradecer-lhe ter-me carregado de madrugada durante anos e incutido o gosto pela leitura desde muito cedo. Agradeço imenso a oportunidade de partilhar esta aventura e espero que a história desperte a imaginação de quem a ler e que faça rir em igual medida.”

Zita Seabra, presidente do Júri, explica que “esta história ganhou porque vai ao encontro da imaginação das crianças, porque todos no júri gostaríamos de a ter escrito, porque em tempos agrestes e de incertezas é uma história cheia de ternura para quem a lê, mas também um retrato muito conseguido de um relacionamento de amor entre filho e mãe. A história vencedora tem um enredo diferente, foge aos lugares comuns e a estereótipos de muitas histórias habituais para crianças e nisso está a sua pedagogia, tem uma forte componente lúdica. É terna, tem aquele lado de memória tão marcante da nossa vida.” 

Voltar ao Topo